_Mídia programática: saiba o que é, como funciona e quais suas vantagens!

12 de fevereiro de 2019

Em termos simples, mídia programática é o termo para definir o uso de tecnologia automatizada para a compra de publicidade, em oposição aos métodos tradicionais — geralmente manuais — de divulgação digital.

Esse processo utiliza informações e algoritmos de dados para veicular anúncios para o usuário certo, no momento certeiro e pelo preço adequado. Vamos entender um pouco mais sobre o assunto?

As jornadas da mídia programática

Para entender o funcionamento da mídia programática é fundamental entender os principais componentes da compra — RTB, DSPs, SSPs, Ad Exchange e DMPs.

Profissionais de marketing e anunciantes usam DSPs (plataformas de demanda) para definir os parâmetros de compra de campanhas publicitárias. Assim, os DSPs facilitam o processo de compra de inventário de anúncios no mercado aberto e fornecem a capacidade de atingir o público-alvo devido à integração com os DMPs (plataformas de gestão de dados).

As plataformas de gestão de dados, por sua vez, coletam e avaliam uma grande quantidade de informações sobre cookies para fornecer aos profissionais de marketing uma imagem mais clara sobre seu público. Elas também ajudam a tomar decisões mais informadas ao segmentar.

Do ponto de vista do editor, os SSPs (plataformas de fornecimento) coletam dados sobre os visualizadores de páginas da web — como informações demográficas, local, interesses, comportamento de navegação etc. — e enviam esses dados ao listar o inventário de anúncios de um editor em um Ad Exchange (troca de anúncios), que permite que anunciantes e editores comprem e vendam espaços publicitários, geralmente por meio de leilões em tempo real.

Os SSPs serão responsáveis por selecionar o lance vencedor durante o leilão de RTB e veicular o banner vencedor no site do editor. As trocas de anúncios representam um grande conjunto de inventário disponível que os anunciantes podem comprar programaticamente a partir de uma ampla lista de editores. As trocas de anúncios geram leilões com base em uma impressão de cada vez via RTB — real time bidding ou oferta em tempo real.

Por fim, a tecnologia programática reúne compradores e vendedores de espaço publicitário digital por meio de um processo automatizado com base nos parâmetros de campanha do público-alvo e do anunciante.

Os principais benefícios para o marketing de uma empresa

A mídia programática oferece uma ampla gama de benefícios para os anunciantes. Os canais mais tradicionais de publicidade ainda ocupam um lugar de destaque, mas os anunciantes não devem ignorar o desejo do consumidor de se envolver com os canais digitais. Programático é um estilo de publicidade que corta os intermediários, uma ferramenta comprovadamente benéfica para as empresas.

Abaixo estão algumas vantagens que incentivam anunciantes a aumentar seus gastos com publicidade digital com programática.

Preços e eficiência de custos transparentes

Com a compra programática, os anunciantes são responsáveis por quanto estão dispostos a pagar por impressão. Como cada impressão é única, os preços podem variar dependendo do usuário e sua relevância para as configurações de segmentação. Portanto, comprar uma impressão por vez é uma solução econômica.

Métricas precisas de campanhas publicitárias

Devido à natureza extremamente segmentada dos anúncios automatizados, os anunciantes têm a capacidade de avaliar melhor a eficiência das campanhas de publicidade, avaliando as conversões líderes e a qualidade da taxa de cliques (CTR). A compra programática permite o rastreamento do que é comprado, a que preço e para quem. O aprendizado programático e de máquina permite prever o desempenho de futuras campanhas.

Escalabilidade de campanhas

Devido à programação, os anunciantes obtêm o acesso a uma grande quantidade de impressões disponíveis nos sites dos editores em todo o mundo. A publicidade programática permite alcançar um público mais amplo em vários sites, plataformas e canais de maneira oportuna e eficiente.

Por fim, pode parecer que a mídia programática exclui os seres humanos do processo de compra de mídia digital. Não é bem assim. Na verdade, o marketing programático ainda depende muito das pessoas, que personalizam as campanhas e ajustam as configurações para tirar o máximo proveito dela.

O que achou do artigo? Tem alguma consideração a fazer? Utilize o espaço para comentários logo abaixo e incremente o conteúdo!

_Selecione uma categoria e encontre mais artigos

Seja o primeiro a saber

_Cadastre-se e receba nossos melhores artigos

Download Gratuito

_ebook [ Mitos do Marketing Digital ]

_Como podemos ajudar você?

Nos fale da sua necessidade, temos uma equipe experiente que irá te ajudar a transformar os resultados da sua empresa.

 

(85) 3122.4408